a Granta…

…já cá canta. Ao fim de alguns meses de espera eis que chega finalmente a primeira edição da Granta portuguesa. A expectativa era alta e as leituras, com excepção da “encomenda” da Dulce Maria Cardoso, estão bem ao nível ou até acima do esperado. Do que já li destaco o Valério Romão (com um insólito yorn), o Afonso Cruz com uma estória que recupera Isaac Dresner, personagem principal da Boneca de Kokoschka (curiosamente o último livro que li) e a introspecção do Valter Hugo Mãe (mais uma), um senhor que já ultrapassou o campo do adjectivável e que se eleva sobre todo o panorama literário português a um nível quase religioso.

E depois há outros escritores “menores” como Fernando Pessoa (com uns quantos originais) Saul Bellow, Hélia Correia, Orhan Pamuk, Rachel Cusk, etc.

O grafismo (com excepção da lombada) é excelente e a capa do Daniel Blaufuks, que é absolutamente divinal, também dava para um conto.

Obrigado Carlos Vaz Marques, obrigado Bárbara Bulhosa por esta magnífica experiência.

fb/2013/05

One Comment Add yours

  1. OutofWorld diz:

    também já a tenho. uma maravilha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s