o estado de espírito para hoje

Um dia, qualquer dia, a resiliência acaba. Vai acabando. Até que acaba. O tempo passa, moi, gasta, corroi e come as réstias, as reservas que aqui e ali fomos acumulando, que aqui e ali fomos incrementando, nos dias em que algo corre bem. Nos já poucos dias em que algo vai correndo bem. E a força vai acabando, até que acaba. Nestes dias em que já poucas forças temos, até para argumentar, adoptamos um estado letárgico, o estado do mais puro abandono, da mais pura indiferença. Se coisas mudassem. Por pequenas que fossem. Mas não. Estamos vencidos, fomos vencidos. Este é o pior dos estados de espírito, aquele em que não pensamos, não sentimos, não expiamos. E definitivamente já não acreditamos. O pior. E o mais perigoso.

20120604-195531.jpg

3 Comments Add yours

  1. Diana diz:

    O meu estado de espírito na maioria dos dias.

    1. fb diz:

      Hmmm, isso não é lá muito bom…

      1. Diana diz:

        Pois não…🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s