Meio-Irmão

Lars narra a história de 4 gerações de uma família invulgar, das suas extravagancias, fortúnios (muito poucos) e infortúnios (bastantes). É um romance triste do princípio ao fim. No entanto, é quase curioso como na realidade nos sentimos mais tristes que o próprio Barnum (personagem central do livro). De facto a força  interior e a resiliência que Barnum transmite é uma verdadeira lição de vida. Devemos aprender.  Não se assustem com as 600 páginas. Nenhuma delas se deita fora. Uma comédia negra (cinzenta va lá), absolutamente divinal. Com uma narrativa deliciosa.

Tudo é uma descoberta. Uma caracterização perfeita dos personagens. Um enredo muito interessante. Merece uma longa metragem. Quem souber agarrar neste livro…

fb/2009/março/15

2 Comments Add yours

  1. Não o li mas um seguidor do Numa de Letra teve a amabilidade de deixar algumas palavras sobre o livro:

    http://numadeletra.com/27647.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s